Páginas

quinta-feira, dezembro 08, 2016

Mostra da América Latina: presença de Alejandro Jodorowsky

Os 87 anos não impedem Alejandro Jodorowsky de estar presente na sessão de abertura da Mostra da América Latina, em Lisboa, Portugal. 

Alejandro Jodorowsky, 87 anos 

O cineasta chileno vem à sessão de abertura com o seu filme "“Poesia sin Fín”. Outro dos destaques é “Truman”, vencedor da última edição do prêmio Goya, o Oscar  do cinema Espanhol. O evento decorre entre 8 e 11 de dezembro no cinema São Jorge, em Lisboa, Portugal.   A Mostra é um evento promovido pela Casa da América Latina de Lisboa.

O vencedor dos  prêmios da última edição do  Goya, Espanha, “Truman”, é outro dos destaques e surge, na ótica de Antônio Silva, como um elo de ligação ibero-americano – uma vez que se trata de coprodução entre Espanha e Argentina.

 “Ômega 3”, filme cubano, um evidente esforço para desvincular a Mostra dos clichês habitualmente associados à produção das Américas luso-hispânicas. 
“Estive em Lisboa e Lembrei de Você”

“Sopladora de Hojas” (Sopradores de Folhas) obra onde a mistura de realismo, personagens naturalistas e situações quotidianas continuam a ser uma fonte inesgotável para bom cinema Uruguai.  O filme faz o registo imperdível, em nove “capítulos”, de um dia na vida de três adolescentes sem rigorosamente nada de útil para fazer . 

Já o Brasil, este está representado com  o retrato das dificuldades de um brasileiro na vida migratória do início do século XXI é o foco da película “Estive em Lisboa e Lembrei de Você”, com direção de José Barahona. Uma produção Brasil e Portugal. 

quarta-feira, dezembro 07, 2016

Morre Peter Vaughan, de "Game of the Thrones"

O ator britânico Peter Vaughan, ficou bem conhecido pelo seu papel na série  "Game of the Thrones", morreu esta terça-feira, 6 de dezembro, aos 93 anos.

"Isto serve para confirmar que, tristemente, Peter Vaughan morreu por volta das 10h30 esta manhã. Morreu pacificamente rodeado pela família", revelou a agente do ator, Sally Long-Innes, em comunicado.

Em "A Guerra dos Tronos", o ator vestia a pele de Aemon, mestre da Patrulha da Noite e um dos últimos membros do clã Targaryen. Vaughan era também conhecido por ter participado na série “Porridge” e em filmes como "Um Marido Ideal" e "Cães de Palha".

Com uma carreira com mais de 75 anos em teatro, televisão e cinema, o ator britânico trabalhou ao lado de nomes como Anthony Hopkins, Frank Sinatra ou Ronnie Barker.

Peter Vaughan coemçou na televisão britânica, atuando em séries como "Citizen Smith" (1977-1980), "Chancer" (1990-1991), "Our friends in the North" (1996) e, mais recentemente, "Silk" (2011). 

No cinema 

Vaughan também atuou no cinema. A estreia foi em "Os 39 degraus", um remake de 1959 do clássico de Alfred Hitchcock. Ele dividiu as telas com nomes como Frank Sinatra (em "O serviço secreto em ação", de 1967), os então jovens Meryl Streep e Jeremy Irons ("A mulher do tenente francês", de 1981) e Anthony Hopkins ("Vestígios do dia", de 1993, em que interpretou o pai de Hopkins). Vaughan esteve ainda no elogiado "Brazil: O filme" (1985), de Terry Gilliam.

Viajo porque preciso, volto porque te amo

Via de regra é a telona que faz adaptações da literatura. Neste caso, o caminho foi inverso, o cinema que buscou inspiração na literatura. Este livro se inspira no filme homônimo, cujo enredo narra a viagem de um geólogo que realiza uma pesquisa de campo no sertão nordestino, numa região por onde passará um grande canal de irrigação. 


Durante seu trajeto tanto por locais que serão beneficiados quanto por outros que serão desapropriados e inundados pela obra, ele tenta esquecer a mulher que o deixou. Trata-se de uma narrativa que possibilita ao leitor entrar em contato com a experiência da separação amorosa em meio a paisagens áridas e metafóricas. A obra traz encartado o DVD do filme.

Escrito e dirigido por Marcelo Gomes e Karim Aïnouz, a publicação traz imagens de diversas cenas acompanhadas de frases que marcaram o roteiro.

segunda-feira, dezembro 05, 2016

Morreu Jean-Loup Passek, pesquisado, historiador de cinema

O  historiador de cinema de origem francesa Jean-Loup Passek, cujo espólio esteve na base da criação do Museu de Cinema de Melgaço, morreu nesta segunda-feira, 5,  aos 80 anos, informou a autarquia local na sua página no Facebook.

Segundo a informação partilhada pelo município de Melgaço, Jean-Loup Passek foi diretor editorial do "Dictionnaire Larousse du Cinema", conselheiro para o cinema do Centre Georges Pompidou, fundador e diretor do Festival de la Rochelle e coordenador da "Caméra d'Or" do festival de Cannes.

Também dirigiu o Festival Internacional de La Rochelle (de 1973 a 2001), foi conselheiro de cinema do Centro Pompidou (de 1978 a 2011).

Ele colecionou inúmeros objetos, testemunhos, documentos, raridades da Sétima Arte, reunindo um espólio pessoal com mais de cem mil fotografias, milhares de cartazes, livros e um magnífico conjunto de aparelhos do período do designado pré-cinema.

Jean-Loup Passek foi distinguido em setembro de 2016  com a Medalha de Mérito Cultural, na Cinemateca Portuguesa, que lhe foi entregue pelo secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado.

quinta-feira, dezembro 01, 2016

Andrew Sachs, de "Fawlty Towers", morre

A mulher de Andrew Sachs, Melody, anunciou que o ator alemão morreu na semana passada depois de ter sido diagnosticado com Alzheimer há quatro anos. 

Sachs era particularmente conhecido pelo papel de Manuel, uma das personagens principais da popular britcom "Fawlty Towers", da BBC Two, na qual participou entre 1975 e 1979.
Além de interpretar o empregado espanhol na série cómica, o ator colaborou em vários filmes e séries, tendo dado ainda voz  a documentários e audiolivros. 

O seu percurso inclui ainda passagens pela rádio, onde iniciou a sua vida profissional, e pelo teatro, tanto em peças experimentais como adaptações de clássicos .

Um dos seus papéis recentes de maior popularidade tinha sido o de Ramsay Clegg na telenovela britânica "Coronation Street", em 2009, na qual se manteve durante 27 episódios. Sachs encontrava-se numa cadeira de rodas e incapaz de falar desde 2012.